Escolha o tipo de
Sistema Hidráulico

 

 Aguarde que estamos preparando informações sobre este tipo de Sistema
 
Colabore enviando seu artigo técnico.



 
 
 
 








Pesquisa personalizada
 









Relação de Sites mais visitados sobre Pneumática http://www.brasil.terravista.pt/Jenipabu/3777/download.htm

Tudo sobre PNEUMÁTICA
http://www.cpcomponentes.com.br/





 

Selecionamento preciso
garante a qualidade do ar

Redes de ar comprimido com tratamento são instalações que possuem equipamentos projetados para eliminar os seus três maiores contaminantes: água, óleo e particulados. Entretanto não são poucas as instalações que possuem tal tratamento e que, mesmo assim, continuam com a presença dos contaminantes. Os possíveis motivos dessa anomalia são:mau dimensionamento, mau funcionamento, erros de instalação ou operação, ou ainda, instalações obsoletas.
Exemplos de mau selecionamento são os mais comuns, pois a vazão não é o único fator que deve determinar a escolha dos equipamentos de tratamento de ar comprimido. Os filtros coalescentes, por exemplo, têm a sua capacidade de vazão informada em catálogos aliada a uma pressão de trabalho, normalmente de 7 bar g.
Assim sendo, se essa pressão de operação não for exata, é necessário corrigir a capacidade de vazão do filtrou outro qualquer equipamento - para a condição em que esse equipamento vai efetivamente trabalhar. A correção desta capacidade informada dá-se com a aplicação dos fatores de correção informados pelos próprios fabricantes. Assim, um equipamento que for trabalhar a uma pressão de operação de 10 bar g terá sua capacidade de vazão 16% menor do que a vazão informada quando aplicado em uma pressão de 7 bar g.

Cálculo da carga térmica
No caso de secadores de ar comprimido por refrigeração, há outro fator muito importante que deve ser levado em consideração: a carga térmica. Como o artifício que o secador usa é reduzir a temperatura do ar comprimido a até aproximadamente 30C, para provocar a condensação de água, é necessário prever a energia calorífica que o circuito de refrigeração terá de retirar da massa de ar comprimido, que é dada pela vazão de ar comprimido, a pressão de operação e sua temperatura no instante em que entra no equipamento.
Segundo a Norma ISO 7183 Forma B, secadores de ar comprimido por refrigeração aplicados em climas tropicais - como é o caso do Brasil - devem ter sua capacidade informada segundo as seguintes condições de aplicação: pressão de 7 bar g e temperatura do ar comprimido de 380C, na entrada do secador. Caso o secador de ar comprimido por refrigeração não seja aplicado exatamente nestas condições, também é necessário corrigir a capacidade informada no catálogo para as reais condições de operação. A correção da pressão e da temperatura do ar comprimido poderá ser feita aplicando-se os fatores de correção informados nos catálogos dos próprios fabricantes.

Olho na temperatura ambiente
Ainda assim, mesmo que sejam observadas e corrigidas as condições de operação dos secadores de ar comprimido, é necessário ficar atento à temperatura do ambiente onde está instalado o equipamento, pois a maioria tem condensação a ar, ou seja, o resfriamento do frigorígeno é feito com o ar ambiente e, caso este esteja muito quente (o que é comum em salas de máquinas), pode não trocar calor suficiente e provocar a elevação da pressão do circuito frigorífico, desarmando o secador através do pressostato de segurança.
Pensando complexidade do problema e em todos os fatores que devem ser resguardados para que realmente se tenha um ar comprimido de boa qualidade (sem água, óleo e particulado), é que a hb-domnick hunter desenvolveu o sistema de monitoramento das condições de operação em secadores de ar comprimido por refrigeração. O secador de ar comprimido DPR ELETRON monitora continuamente as temperaturas envolvidas no processo de secagem: a temperatura ambiente, a de entrada do ar comprimido, de saída do ar comprimido, de evaporação do frigorígeno e de evaporação do ar comprimido.
Através do painel microprocessador, é possível ajustar para cada setor as temperaturas mínimas e máximas permitidas para cada instalação. Caso alguma temperatura ultrapasse os limites pré-ajustados, o painel alarmará avisando o operador sobre a anomalia. Pode-se programar o secador para apenas alarmar e seguir operando ou desligar em caso de qualquer anomalia. Tudo isso para garantir ao usuário a entrega de ar comprimido 100% isento de contaminantes (água, óleo e particulados), ou seja, a garantia do retorno do investimento na qualidade do ar comprimido de suas instalações.

Para maiores detalhes, contate a hb-dominick hunter pelo
tel. +55 11 3766-3977, fax + 55 11 268-1421
e-mail:
sac@hbdh.com.br     e    site:    www.hbdh.com.br


CONSULTOR   ONLINE

  Seu e-mail